segunda-feira, 11 de junho de 2012

Os Rabiscos do Meu Caderno da Vida

Bom, tenho um caderno aonde anoto cada segundo da minha vida,tem até um título bonito,uma letra diferente e muitos rabiscos!Quem me conhece sabe disso. De alguns anos pra cá tenho rabiscado mais,de acordo com cada segundo, rabiscando frenéticamente o caderno! Hoje entendo um pouco mais o pq de tantos rabiscos na minha vida, o pq de tantos traços sem sentido! Pena que são feitos de caneta,não tem como apagar mais!São tão feios que tiram toda beleza da escrita,que é pouca,mas tem conteúdo e experiencias únicas. Alguns rabiscos na verdade começaram com uma escrita perfeita,mas por erro de virgulas se transformou em um rabisco bem embolado. De qualquer forma tenho que aprender a acostumar com essas linhas tortas e sem nexo,tenho que ver alguma beleza nelas,nem que pra isso eu force muito a visão,e fique dias e noites imaginando um desenho bonito.Neste caderno anoto também algumas receitas!Sim, receitas da vida!Nunca consegui botar elas na prática,pelo menos estão anotadas, um dia sei que vou ler elas com mais calma. Tem muitas páginas em branco ainda,quero preencher tudo,com muita escrita e poucos rabiscos,muitos desenhos e poucos borrões! A letra é grande e torta,assim como são meus sonhos!Minha letra se destaca de tão grande,mas é um pouco difícil de entender o que está escrito,tem que me perguntar,não dá pra adivinhar,meus sonhos são grandes,mas também são difíceis de compreender,tem que me perguntar! Minha realidade é curta e rápida,assim como minha escrita também é!Sem tempo para indecisões,sem tempo para usar borracha nos borrões. É isso,neste caderno nao tem final bonito,nem feio!Não tem final...tem Escritas e Rabiscos.

Um comentário:

José Junior disse...

como nossa amizade vai "durar 127 anos" ainda terei a oportunidade de ler o seu caderno mais completo.